PDF e Print

quinta-feira, 31 de março de 2016

Pão de mel no Pirex ou pote - versão tradicional e versão bimby



Ingredientes:


Esfarele 250 gramas da receita do Pão de mel “Bolo pão de mel” (ver post anterior)

200 ml de leite condensado

200 ml de creme de leite ou natas

Meia colher (sopa) de gelatina em pó sem sabor hidratada em 2 colheres de (sopa) de agua

2 Xícaras (chá) de chantilly ou natas batidas (depois de bater é que mede.


Modo de Preparação:

Junte o farelo de pão de mel, o leite condensado e os 200 ml de creme de leite ou natas, misture a mão e adicione a gelatina dissolvida e o chantilly e reserve no frio.


Ingredientes cobertura:

300 Gramas de chocolate amargo picado

300 Ml de creme de leite ou natas

1 Colher (sopa) de mel.


Modo de Preparação:
Derreta no microondas a baixa potencia o chocolate, acrescente o creme de leite e mel.

Coloque no pirex o creme e por cima a cobertura, leve a geladeira.






terça-feira, 29 de março de 2016

Pão de mel “Bolo pão de mel” - receita versão tradicional e versão bimby



Ingredientes:

3 Ovos

1 Xícara (chá) de açúcar mascavado

1 Xícara (chá) de açúcar

1 Xícara (chá) de mel

1 Colher (chá) cheia de canela em pó

1 Colher (chá) de cravo em pó


1 Colher (sopa) de bicarbonato de sódio

1 Colher (sopa) de chocolate em pó

Meia xícara (chá) de margarina sem sal amolecida

¾ 1 Xícara (chá) de leite

1 Colher (sopa) de café solúvel

5 e meia xícara (chá) de farinha de trigo.


Modo de Preparação:
Colocar no liquidificador ou bimby (velocidade7) os ovos, os açucares, mel, margarina, leite e café solúvel, bata bem, peneire todos os ingredientes secos e junte a mistura batida, misturando bem.

Untar e enfarinhar uma assadeira ou forminhas e levar a assar em forno pré-aquecido a 180 graus, coloca 1 dedo de massa e espalhe a massa é grossa (quando sentir o cheiro espeta-se o palito)

Deixe esfriar corte do tamanho desejado e banhe no chocolate




domingo, 27 de março de 2016

8 ALIMENTOS QUE VAI PASSAR A CONGELAR


8 ALIMENTOS QUE VAI PASSAR A CONGELAR

1. OVOS (CLARAS E GEMAS)
Acabou de aproveitar uma promoção e trouxe dúzias de ovos para casa ou, depois de uma receita sobram-lhe imensas gemas ou claras e não sabe o que lhes fazer? Congele. É verdade, ambas podem ser congeladas.

Coloque-as as gemas num recipiente, junte uma colher de chá de açúcar ou de sal (dependendo se vai usar para doces ou salgados), cubra com um pedaço de papel vegetal e outro de película aderente, cortados à medida do recipiente, e feche com a tampa. No caso das claras, basta colocar num recipiente, cobrir com um pedaço de película aderente e fechar com a tampa. Para usar, deixe a descongelar no frigorífico durante a noite e estão perfeitas.


2. CHANTILLY

Quantas vezes lhe sobrou chantilly? Por aqui foram imensas! A verdade é que o chantilly congela muito bem. Basta colocar colheradas na quantidade que entender, como se fossem suspiros, num tabuleiro forrado com papel vegetal, isolar com um película aderente e levar ao congelador até solidificar. Depois, guarde no congelador dentro de um saco de congelação. Pode usar num chocolate quente ou como guarnição de uma sobremesa (neste caso, bastam 20 minutos para estar pronto).


3. ALHO

O alho, seja picado ou inteiro, congela muito bem se colocado num recipiente com azeite para prevenir complicações como botulismo. É também a melhor forma para preservar o sabor do alho. Pode fazer um puré, triturando 1 parte de alho e duas de azeite, ou apenas mergulhando dentes de alho em azeite. Deve ser usado imediatamente depois de sair do congelador.


4. PANQUECAS

Hoje em dia as panquecas também são um dos pequenos-almoços ou lanches preferidos dos portugueses. Acabamos por usar sempre a mesma receita, sem adaptar a quantidade à ocasião e depois sobra imensa massa ou panquecas que vão para o lixo. Isso era dantes! Basta colocar papel vegetal entre cada uma, embrulhar a pilha em papel de alumínio e levar a congelar dentro de um saco apropriado. Ficam ótimas durante dois meses e estão prontas a comer.


5. LIMÃO

O limão é essencial numa cozinha, seja para temperar a comida, nas sobremesas ou para juntar uma rodela ao gin ou ao chá. Mas depois de partido, o que fazer ao que sobra? Se o limão apanhar ar, oxida e é perigoso. Congelar é a solução. Retire as sementes, parta em fatias, coloque papel vegetal entre cada uma e congele. Também pode congelar o sumo e as raspas.


6. CEBOLAS

Simplifique o seu dia a dia ao congelar a cebola já descascada e picada, pronta a usar no seu próximo refogado. Basta picar na quantidade e tamanho que precisar, colocar num saco de congelação e está pronto a usar sempre que precisar.


7. ABACATES

Coloque o abacate no liquidificador, adicione uma colher de sopa de sumo limão por cada abacate para evitar a oxidação e armazene no congelador. Pode usar esse puré no seu próximo guacamole, batido de fruta ou molho.


8. COGUMELOS

Pode congelar os seus cogumelos frescos preferidos, independentemente da qualidade (paris, portobello, etc.) Parta-os na forma que preferir, coloque-os numa tabuleiro, isole com película aderente e leve a congelar. Quando estiverem congelados, passe-os para um saco de congelação. Também pode congelar cogumelos cozinhados, basta que os deixe arrefecer à temperatura ambiente e os disponha em sacos por camadas. Tenha cuidado porque depois de congelados, partem com facilidade.
Fonte: http://www.e-konomista.pt/

quinta-feira, 24 de março de 2016

equivalência de fermento fresco para seco


300 gramas de fermento fresco equivale a 100 gramas de fermento seco.


Divide a quantidade de fermento fresco por 3


Exemplo: 180gr de fermento fresco dividido por 3 dá 60grs de fermento seco






terça-feira, 22 de março de 2016

Brigadeirão branco - receita em versão tradicional e versão Bimby




Ingredientes:


1 Lata de leite condensado

4 Ovos

1 Colher (sopa) de margarina derretida

2 pacotes de natas

250 gramas de chocolate branco em barra derretido (usei o do lidl)

1 Colher (sobremesa) de baunilha


modo de Preparação:


Bater na Varinha magica ou liquidificador ou bimby (velocidade 7) bater por + ou - 5 muitos.

unte a forma (uso a nº 22 de buraco chaminé) com manteiga e farinha, deite o preparado na forma e leve a cozer.

Cozer Varoma:

colocar no copo 1300 gramas de agua, colocar a forma na varoma, com a tampa e a forma tapada com papel de alumínio, por 60 minutos, velocidade 1, temperatura varoma
depois de pronto leve ao frigorífico por no mínimo 4 horas e desenforme, decore com chocolate granulado ou raspas de chocolate.


Cozer banho maria:


leve a assar no forno em banho Maria, por + ou - 1 hora ou até o palito sair seco

depois de pronto leve ao frigorífico por no mínimo 4 horas e desenforme, decore com chocolate granulado ou raspas de chocolate.


Dica: Deixe no forno a assadeira do banho-maria e só retire-a quando a água restante estiver morna ou fria, para evitar queimar-se




domingo, 20 de março de 2016

REGRAS ESSENCIAIS PARA CONGELAR ALIMENTOS


REGRAS ESSENCIAIS PARA CONGELAR ALIMENTOS


1. TEMPERATURA ANTES DA CONGELAÇÃO

Para começar, o congelador deve estar regulado nos 18 graus negativos. Depois, nunca coloque alimentos quentes ou à temperatura ambiente no congelador. Antes de os congelar, coloque-os dentro de uma caixa ou saco de congelação e leve-os ao frigorífico antes de os colocar no congelador. Lembre-se que os alimentos dilatam com a congelação, por isso, nunca encha os recipientes até cima.

2. PROTEJA A COMIDA

É fundamental proteger a comida antes de congelar os alimentos mas as embalagens que usa podem não ser suficientes para os proteger de queimaduras pelo frio, especialmente quando se trata de grandes pedaços de carne. Comece por enrolar a carne em papel vegetal e, depois, isole com película aderente.

Para os restantes alimentos, use sacos com fecho. Depois de colocar os alimentos no interior, feche o saco mas deixe uma pequena abertura para que possa retirar todo o ar e só depois feche o saco. Isto reduz a quantidade de ar em contacto com os alimentos, impedindo queimaduras, preservando-a por mais tempo e em melhores condições. Usando sacos, poupa imenso espaço.

3. IDENTIFIQUE OS SACOS

Coloque etiquetas em todas as embalagens com a indicação do conteúdo e a data da congelação. Com certeza já lhe aconteceu ter algo no congelador que não é capaz de identificar, certo? Além disto, os alimentos congelados também têm prazo de validade, alguns exemplos:


Carne de caça: 6 meses
Carne de frango: 10 meses
Carne de vaca: 12 meses
Carne de borrego: 8 meses
Carne de porco: 6 meses
Carne picada 2 meses
Enchidos: 2 meses
Hortaliças: 12 meses
Peixes azuis: 3 meses
Peixes brancos: 6 meses
Salgados: 6 meses
Manteiga: 6 meses
Marisco: 3 meses
Natas: 3 meses
Pão e bolos: 3 meses
Pratos cozinhados: 3 meses
Queijos de pasta mole: 8 meses


4. COMO ORGANIZAR

Na arca, como no frigorífico, coloque os alimentos crus na parte inferior e os alimentos cozinhados, caixas de gelado e cubos de gelo na primeira prateleira. Quando congelados, os alimentos não escorrem, mas enquanto estão em processo de congelação sim.



6 DICAS PARA CONGELAR ALIMENTOS COMO UM MESTRE


1. TENHA REFEIÇÕES PRONTAS


Se tem carne picada que vai congelar, porque não transformá-la em almôndegas, trouxas, empadas, pequenas quiches de carne ou rissois? Leve a congelar e já tem uma refeição pronta para aqueles dias em que não tem tempo.


2. CONGELE OS LÍQUIDOS EM SACOS

Fez molho de bolonhesa, francesinha, caril ou caldo de carne e sobrou? Não deite fora! Coloque o líquido num saco plástico (sim, num saco pástico), feche e com cuidado coloque no congelador. Quando precisar, vai ver que é muito mais fácil descongelar um pedaço de molho espalmado do que se o tivesse congelado numa caixa que resulta em forma paralelepípedo - além do que poupa espaço!


3. GUARDE TODOS OS PEDACINHOS DE QUEIJO

Ralou queijo e sobrou-lhe aquele canto final? Não gastou o pacote todo de queijo ralado? Tem fatias à solta no frigorífico? Vai deitar fora? Nem pensar! Guarde todos os pequenos pedaços de queijo numa caixa de congelação e, quando fizer lasanha ou qualquer outro gratinado, use essas sobras e vai poupar muito dinheiro (o queijo ralado não é nada barato!).


4. CONGELE EM DOSES INDIVIDUAIS

De vez em quando, é boa ideia fazer alguma comida a mais para congelar e usar nos dias em que não tem tempo ou vontade de cozinhar. Tenha o cuidado de congelar em doses individuais porque descongela e cozinha mais rápida, além do que, pode não precisar de tudo de uma vez. Use sempre a técnica do saco de que falamos acima.


5. ATENÇÃO ÀS FRUTAS E LEGUMES

As frutas devem ser sempre lavadas e os caroços retirados antes de congelar e servem para usar em sobremesas e sumos. No caso das legumes, há mais cuidados a ter sendo necessário branquear os alimentos para conservar cor, sabor e textura.

Primeiro, deve retirar qualquer parte estragada, depois, os legumes são escaldados em 2,5l de água a ferver, em porções de 300 g de cada vez, num determinado período de tempo. Cada água só serve pode ser usada 8 vezes para cada legume, se trocar de legume, tem que trocar de água. De seguida, os legumes são imediatamente passados por água fria corrente e mergulhados em água gelada, no mesmo espaço de tempo em que foram escaldados.

TABELA DE BRANQUEAMENTO DE LEGUMES

Aipo escaldar 4 minutos
Abóbora escaldar 3 minutos
Acelga (folhas ou talos) escaldar 2 minutos
Alcachofra escaldar 8 minutos em água com limão
Alho francês escaldar 4 minutos
Beterraba (inteira) escaldar 8 minutos
Beringela escaldar 4 minutos
Brócolos demolhar 30 minutos escaldar 8 minutos em água com sal
Cenoura (inteira) escaldar 5 minutos
Cenoura (rodelas) escaldar 3 minutos
Chuchu escaldar 2 minutos
Couve escaldar 2 minutos
Couve-flor escaldar 3 minutos
Ervilha fresca (grãos) escaldar 2 minutos
Ervilha fresca (vagem) escaldar 3 minutos
Espargos escaldar 4 minutos
Espinafre escaldar 2 minutos
Favas (grãos) escaldar 4 minutos
Nabo escaldar 5 minutos

6. CUIDADO!

Antes de cozinhar qualquer coisa que tirou do congelador, certifique-se que descongelou completamente. Nunca cozinhe algo que ainda está congelado e coloque sempre os alimentos no frigorífico para descongelar. Ah! E se descongelou, não volte a congelar, a não ser que cozinhe primeiro.


Fonte: http://www.e-konomista.pt/



quinta-feira, 17 de março de 2016

Sobremesa tipo Chandelle - receita em versão tradicional




Ingredientes:


1 litro de leite

3 caixas de pó para pudim sabor chocolate

1 lata de leite condensado

1 lata de creme de leite ou 2 pacotes de natas


Modo de preparação:


Leve ao fogo os 3 primeiros ingredientes, mexa sem parar (para não criar grumos), até tomar a consistência de uma papa

Retire do fogo e bata rigorosamente essa papa com uma colher (de preferência colher de pau) por 1 a 2 minutos

Após ter batido, pare e deixe-o esfriar

Depois de frio, coloque essa papa de chocolate em uma batedeira ou no liquidificador e bata com o creme de leite ou natas

Bata na velocidade máxima para que fique bem misturado e lisinho, Após isto feito, transfira o creme para uma travessa funda ou coloque em taças individuais (como preferir)

Leve à geladeira (não coloque-o no freezer) por 12 a 24 horas


Dica: Pode variar o sabor, trocando o pó para pudim de chocolate por outros sabores, como morango, baunilha, caramelo etc.


terça-feira, 15 de março de 2016

Brigadeiro de amendoim - receita em versão tradicional e versão Bimby



Ingredientes:



1 Lata de leite condensado

1 Xícara (chá) de amendoim torrado e moído 


1 Colher de manteiga


Modo de Preparação Panela:


Leva-se ao fogo o leite condensado e a manteiga , mexendo sempre, até soltar do fundo da panela, quando tiver no ponto ai adiciona o amendoim e mexe.

Deixa-se esfriar.

Untar as mãos manteiga ou margarina e fazer bolinhas pequenas enrola-se, passa no amendoim moído ou açucar e coloca-se em forminhas de brigadeiros.


Modo de Preparação bimby:

Colocar o leite condensado e a manteiga no copo e programar 12 min, temp varoma na vel 4., colocar o amendoim e mexe velocidade 4 30 segundos

Reservar num prato untado com óleo e esperar arrefecer.

Untar as mãos manteiga ou margarina e fazer bolinhas pequenas enrola-se, passa no amendoim moído ou açúcar e coloca-se em forminhas de brigadeiros.


Dica:  se quiser dobrar a receita coloca-se mais 1 minuto de tempo.




sexta-feira, 11 de março de 2016

Brigadeiro de chocolate - receita em versão tradicional e versão Bimby



Ingredientes:

1 Lata de leite condensado

4 Colheres (sopa) de chocolate em pó ou 100 gramas de chocolate de culinária meio-amargo ou amargo (para a receita versão bimby)

1 Colher de manteiga


Modo de Preparação Panela:


Leva-se ao fogo, mexendo sempre, até soltar do fundo da panela.

Deixa-se esfriar.

Untar as mãos manteiga ou margarina e fazer bolinhas pequenas enrola-se, passa no chocolate granulado normal e coloca-se em forminhas de brigadeiros.


Modo de Preparação bimby:

Colocar todos os ingredientes no copo e programar 12 min, temperatura varoma na vel 4.

Reservar num prato untado com óleo e esperar arrefecer.

Untar as mãos manteiga ou margarina e fazer bolinhas pequenas enrola-se, passa no chocolate granulado e coloca-se em forminhas de brigadeiros.



Dica:  se quiser dobrar a receita coloca-se mais 1 minuto de tempo.  


  P.S. há vários blogs e sites que dizem que os brigadeiros saem sempre bem na bimby, mas as 5 vezes que tentei com chocolate em pó eles não ganharam ponto para se enrolar, ficaram moles, com o chocolate em barra sai lindamente, usei o de culinária da Nestlé com 52% de cacau.



terça-feira, 8 de março de 2016

Bolo de Leite Condensado - receita em versão tradicional e versão Bimby

Ingredientes 


1 lata de leite condensado 

a mesma medida da lata de leite de vaca

2 ovos inteiros

2 colheres (sopa) de manteiga sem sal

1 xícara de açúcar

2 xícaras de farinha de trigo

1 colher (sopa) de fermento em pó

1 pitada de sal


Modo de preparação:

Pre-aqueça o forno a 180º C.

Em um liquidificador ou varinha magica ou bimby (velocidade 5) bata todos os ingredientes, começando pelos líquidos e depois os secos.

Transfira para uma forma untada e enfarinhada, e leve ao forno por aproximadamente 40 minutos, ou até que esteja dourado.


terça-feira, 1 de março de 2016

Leite de Coco - receita em versão Bimby

Vejo muitas receitas na net de leite de coco, a maioria são feitos com agua e coco ralado, mas eu pessoalmente acho que esta receita é mais parecida com o leite de coco de compra, claro se houver alguém alérgico a leite de vaca o de agua será melhor solução e é mais barato, mas eu pessoalmente só uso está receita e adorooo.



Ingredientes:

100g de côco ralado

500g (ou 500 ml) de leite de vaca



Preparação na Bimby:

Coloque o côco ralado no copo e programe 15 / Vel 9.

Acrescente o leite e programe 2min / Vel.9 / 37º

Se ficar muito espesso podem utilizar um pouco de água.

Conservar no frigorífico num tupperware ou numa garrafa bem fechada. Dura cerca de 2 semanas.

p.s.  depois é só utilizar em varias receitas como caril, bolos, pudim de coco e etc..